André Ventura suspenso do Twitter e do Facebook por dizer que incendiários “deviam ser atirados às chamas”

André Ventura, líder do partido Chega, voltou a ser suspenso das redes sociais Facebook e Twitter, na sequência de uma publicação sobre os incêndios que têm assolado o país.

André Ventura recebeu uma suspensão temporária de 24 horas nas redes sociais Facebook e Twitter, devido aos seus comentários sobre os incêndios em Portugal.

Em causa está uma publicação em que André Ventura admite que os incendiários talvez devessem ser “atirados às chamas” para se “purificarem”.

Leia Também: Comandante dos bombeiros sofre queimaduras em várias partes do corpo em Castro Marim

“Ver este país a arder destrói a alma de qualquer um. Um líder deve pensar bem as palavras, mas alguns dos incendiários, em vez de serem tratados como coitadinhos, deviam ser atirados às chamas. Talvez assim se purificassem”, escreveu o deputado na publicação que originou a suspensão.

André Ventura confirmou a suspensão e garantiu que a mesma terá a duração de 24 horas até à publicação ser avaliada.

Veja aqui a publicação em causa:

Partilhe com os seus amigos: