Monstros torturam bebé de 4 meses. Santiago está a lutar pela vida no hospital

Monstros torturam bebé de 4 meses. Santiago está a lutar pela vida no hospital

Bebé de 4 meses em coma no Hospital de S.João

O bebé de apenas quatro meses deu entrada no Hospital de S. João, no Porto, por suspeitas de maus-tratos por parte dos pais.

Links patrocinados

O menino encontra-se internado no hospital, em coma, desde o início do mês, e o seu quadro clínico é considerado preocupante.

As lesões que lhe foram diagnosticadas são muito graves, e os médicos assumem mesmo que as hemorragias cerebrais que Santiago tem são compatíveis com a síndrome do “bebé abanado”.

Links patrocinados

Leia também: Madeireiro e trabalhador morrem por inalação de gases tóxicos em poço em Águeda

A mãe e o pai do menino afirmam que foi o próprio filho que se lesionou, porque tinha o hábito de se abanar muitas vezes na cadeirinha onde costumava passar maior parte dos seus dias.

Os pais alegaram ainda que o bebé batia muito com os pés na cadeira e, com isso, feria-se autonomamente.

As autoridades encontram-se a investigar a família, nomeadamente a avó materna do bebé, com 38 anos, e a mãe do bebé, Beatriz, com 19 anos, de forma a perceber quem provocou as lesões ao bebé.

Santiago continua a lutar pela vida no hospital, e existe um grande risco do menino ficar cego e perder os movimentos dos membros superiores e inferiores.