Três dias de luto municipal pela morte da bombeira Neuza e do bombeiro Carlos

A Câmara de Vinhais, em Bragança, decretou três dias de luto municipal pela morte de dois bombeiros, Neuza Guedes, de 36 anos, e Carlos Morais, de 22 anos, num acidente de viação.

O acidente aconteceu por volta das 18h00, quando uma equipa de cinco bombeiros seguia numa viatura que se despistou no caminho para um incêndio rural, em Travanca. O veículo de combate a incêndios despistou-se na estrada, caiu num declive e capotou. Morreu uma bombeira de 36 anos e um bombeiro de 22 anos, os outros três ficaram feridos.

A Câmara de Vinhais, associando-se “ao luto e à dor sentida pela família e amigos”, decretou “três dias de luto municipal, com a colocação da bandeira do município a meia haste”.

Leia Também: Carro de portuguesa de 31 anos avaria na faixa da esquerda da autoestrada e morre em colisão

O município fez o anúncio nas redes sociais, onde apresentou os “mais sentidos pêsames à família e aos amigos dos bombeiros que faleceram” e deixou “votos de rápida recuperação aos bombeiros feridos neste mesmo acidente”. O município aproveitou ainda para agradecer o papel “inexcedível” “destes valiosos seres humanos”, que são os Bombeiros Voluntários de Vinhais.

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, endereçou também os pêsames à família dos dois bombeiros mortos e “votos de plena recuperação aos três bombeiros que ficaram feridos”.