Camionista de Celorico de Basto preso por transporte ilegal de imigrantes na Grécia

Camionista de Celorico de Basto preso por transporte ilegal de imigrantes na Grécia

Português encontra-se preso desde o dia 10 de janeiro, na Grécia, por transporta ilegal de imigrantes.

Links patrocinados

Luís Marques, de 47 anos, foi detido após terem sido encontrados quatro imigrantes dentro do camião que transportava. O detido alega estar inocente e que não tinha conhecimento dos indivíduos, três do Afeganistão e um do Irão, tinham entrado no veículo.

O homem, pai de dois menores de 9 e 11 anos, já não conseguia suportar as despesas e teve a necessidade de se tornar camionista internacional devido à pandemia do Covid-19. Desta forma, o motorista decidiu aceitar a proposta do patrão de transportar uma carga de garrafas de gás para a Grécia.

Links patrocinados

Em entrevista, a sua mulher Lúcia Moura, contou ter recebido uma chamada do seu marido, dois dias antes de ser preso, a contar que se sentiu ameaçado.

“Disse-me que, às três da manhã, ouviu um barulho, saiu do camião e viu um cabo do reboque rebentado e três pessoas a fugir. Nunca se apercebeu de que estavam indivíduos lá dentro, por causa da carga”, contou Lúcia.

Em outra entrevista, Lúcia refere que “não sabia que tinha” imigrantes no camião e que, nessa sexta-feira, Luís avisou a empresa que lhe tinham “cortado o cabo de aço e que lhe tinham rebentado o reboque”.

Luís Marques, está detido por tráfico humano que, segundo o depoimento dos imigrantes ilegais, Luís Marque foi pago para os transportar, embora não haja provas nenhumas.

A embaixada de Portugal em Atenas tem estado em diálogo com a família e certificou-se de que “eram garantidas condições condignas de detenção”

Partilhe com os seus amigos: