Donos enforcam cão numa oliveira e atiram-no de penhasco: “Já não servia para caçar”

Um dos detidos justificou o crime com o facto do cão não ser bom na caça.

Links patrocinados

O crime aconteceu dia 6 de fevereiro quando dois homens, pai e filho, foram detidos por terem enforcado um cão numa oliveira e por terem atirado o corpo do animal de um penhasco, em Almogía, em Espanha.

O crime foi testemunhado por uma pessoa que os chamou à atenção. A mesma deu o alerta as autoridades assim que os homens deram a fuga do local.

Links patrocinados

Um dos sujeitos foi detido pelas autoridades no mesmo dia, depois de se mostrar agressivo e desobedecendo e ameaçando os agentes. Mais tarde deteram a segunda pessoa, que confessou o crime.

O animal não foi encontrado no dia da queixa, tendo as autoridades voltado ao local no dia seguinte, onde acabaram por encontrar o animal morto, com marcas de enforcamento de uma corda e num pescanho de díficil acesso.

Os agentes verificaram também que o animal tinha microchip que identificava o suspeito detido como dono.

Ambos os homens estão acusados de crime de maus tratos a animais, agravado pela crueldade e por ter resultado na morte do animal.

Partilhe com os seus amigos: