Morre com Covid-19 enfermeiro que voltou ao ativo para ajudar

Um enfermeiro italiano de 75 anos de idade que estava reformado e que voltou ao ativo para ajudar os colegas a combater a pandemia do novo coronavírus na primeira linha de defesa perdeu a vida na segunda feira. 

Links patrocinados

O italiano reforçou a equipa de emergências de uma instituição de saúde em Grumo Nevano, na região da Campania, em Nápoles, e acabou por ficar infetado, acabando por sucumbir à doença.

Numa publicação feita através das redes sociais pelos colegas, que aqui é citado, reporta-se que Durante ficou infetado e “em pouco tempo” foi internado nos cuidados intensivos e precisou de um ventilador.

Links patrocinados

“Ele estava a gozar a reforma, mas o clamor das pessoas em dificuldades durante a pandemia levou-o a colocar de novo o uniforme. Uma escolha que pagou caro”, escreve a página de uma associação de profissionais de saúde que denuncia casos de violência contra as enfermeiras e técnicos de saúde nos hospitais.

A publicação apela a que profissionais da saúde que estejam na reforma não saiam de casa para evitarem serem infetados, mensagem que contradiz o apelo feito ao longo dos últimos meses para que médicos e enfermeiros reformados possam ajudar.

Os antigos colegas, cita a imprensa italiana, apelidam-no de “herói” e descrevem-no como uma pessoa sempre sorridente.

Francesco Emilio Borrelli, conselheiro regional de Campania, propôs que o enfermeiro seja agraciado com uma medalha por “honra civil”. “Se ele não a merece, não sei quem merece mais”, revelou.

Partilhe com os seus amigos: