Filho esconde cadáver da mãe durante 2 anos para receber 37 mil euros da reforma

Filho esconde cadáver da mãe durante 2 anos para receber 37 mil euros da reforma

Um homem de 50 anos escondeu o cadáver da mãe durante mais de dois anos, na casa onde viviam, para receber mais de 37 mil euros de pensão.

Links patrocinados

Julieta Gomes faleceu por volta de março de 2020, em Mirandela, na casa onde vivia com o filho. A idosa recebia mais de mil euros de reforma e o filho, Nuno Albino, de 50 anos, decidiu esconder o corpo da mãe dentro de casa, para não ter de reportar a morte e continuar a receber a pensão de Julieta.

Leia Também: Fiéis de S. Mamede de Ribatua muito animadas com a chegada de novo padre

Links patrocinados

Ainda não são conhecidos os resultados da autópsia ao corpo encontrado em Mirandela, pelo que ainda não é possível saber exatamente como e quando morreu Julieta Gomes, mas as autoridades acreditam que a morte tenha ocorrido entre fevereiro e março de 2020.

O cadáver foi encontrado após os vizinhos alertarem as autoridades para a ausência da idosa, que já não viam há mais de um ano. Entre março de 2020 e outubro de 2022, o suspeito terá recebido mais de 37 mil euros da pensão da mãe.

Partilhe com os seus amigos: