GNR consegue salvar órgãos humanos depois de acidente a 220km/h

GNR consegue salvar órgãos humanos depois de acidente a 220km/h

Automóvel de transporte de órgãos humanos despistou-se a alta velocidade.

Links patrocinados

O automóvel em que seguiam dois militares do Destacamento de Trânsito da GNR do Carregado despistou-se quando circulava a 220 km/h na autoestrada do Norte (A1), perto de Leiria, na madrugada de quinta-feira.

O rebentamento em andamento de um pneu traseiro da viatura terá sido a causa do despiste. A perícia do condutor salvou os dois ocupantes e deixou intactos os órgãos (um rim e um fígado) que estariam a ser transportados para um hospital do Porto.

Links patrocinados

O transporte dos órgãos para o Hospital de São João, no Porto, foi concluído por uma patrulha da GNR de Leiria.

Partilhe com os seus amigos: