Um dos melhores jornalistas do Afeganistão é morto

Um dos melhores jornalistas do Afeganistão é morto

Um dos melhores jornalistas do Afeganistão é morto

O jornalista afegão Maroof Sadat perdeu a vida durante a tarde de sábado, no Afeganistão.

Links patrocinados

De acordo com Mohammad Hanif, um responsável talibã, para além do jornalista, mais um civil e dois talibãs foram mortos no mesmo ataque, que causou ferimentos em dois outros civis.

Maroof Sadat era jornalista desde 2006, Sadat recebeu várias ameaças de morte nas últimas semanas e estava a tentar fugir para Cabul, a capital, para se proteger.

Links patrocinados

Leia Também: Polícia da Esquadra de Lagos não aguenta pressão e põe termo à vida

“Há quatro dias ligou-me, preocupado, e disse que estava a receber sérias ameaças de morte por parte de várias fontes desconhecidas e que inclusivamente não podia viajar para a sua aldeia”, contou à agência espanhola Efe Zeerak Zaheen, proprietário da rádio Abaseen, onde Sadat trabalhou nos últimos oito anos.

Até ao momento, ninguém reivindicou o assassinato de Sadat, que será o terceiro jornalista assassinado desde que os talibãs chegaram ao poder no Afeganistão, em agosto.