Pinto da Costa quebra o silêncio sobre as agressões ao jornalista: “Não vi nenhuma agressão”

Pinto da Costa quebra o silêncio sobre as agressões ao jornalista: "Não vi nenhuma agressão"

Pedro Pinho terá, alegadamente, agredido jornalista da TVI após jogo do FC Porto. Pinto da Costa, que estava presente no local das agressões, desmente ter visto algo.

Links patrocinados

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, afirmou esta quarta-feira que não viu nenhuma agressão no final do jogo entre o Moreirense e o FC Porto, referindo-se à alegada agressão, perpetuada por parte de Pedro Pinho, a um repórter da TVI.

O presidente do clube dos dragões esclareceu esta noite os temas mais polémicos sobre o FC Porto numa entrevista ao canal do referido clube.

Links patrocinados

“Vi confusão mais abaixo, verifiquei que era o senhor Pedro Pinho a tentar tirar e a tapar a câmara ao repórter de imagem. A posição do FC Porto em relação a qualquer ato de agressividade, e atenção que não vi nenhuma agressão nem vi nenhuma imagem em que se veja o Pedro Pinho a agredir alguém. O que vi na altura foi ele a querer tirar a máquina e a tapá-la para não deixar filmar. Não vi nenhuma agressão. Mas qualquer ato de violência, rejeito, censuro e não posso tolerar”, referiu Pinto da Costa sobre o assunto.

Sobre Pedro Pinho, Pinto da Costa confirmou que este é portista “mas não tem nenhum cargo, é empresário de futebol que trabalha com muitos clubes e não só com o FC Porto.”

Partilhe com os seus amigos: