País entra em estado de emergência a partir de segunda-feira

Portugal volta a entrar em estado em Estado de Emergência após decreto ter sido aprovado na Assembleia da República. Medida para abrandar propagação da Covid-19 estará em vigor entre o dia 9 e 23 de novembro.

Links patrocinados

Foi aprovado esta sexta-feira no Parlamento Português, o decreto presidencial que declara o Estado de Emergência entre o dia 9 de novembro e 23 de novembro. O decreto contou com votos a favor do PS, PSD, CDS e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues. Os Partidos BE, PAN e Chega abstiveram-se. PCP, PEV, Iniciativa Liberal e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira votaram contra.

Antes da discussão e votação sobre o decreto ter começado, foi feito um minuto de silêncio em homenagem às vítimas que perderam a vida em consequência da pandemia, assinalando-se assim o primeiro plenário depois do dia de Luto Nacional.

Links patrocinados

Após a sentida homenagem, seguiram-se as intervenções dos partidos que, mesmo viabilizando o Estado de Emergência, apontaram críticas ao Governo na condução da pandemia. A ausência do primeiro-ministro no plenário foi, igualmente, criticada.

Partilhe com os seus amigos: