Português natural de Pombal morto ao entrar no escritório na África do Sul

Português natural de Pombal morto ao entrar no escritório na África do Sul

Emigrante português foi atacado por um grupo de sujeitos quando se dirigia para o próprio escritório, na África do Sul.

Links patrocinados

Um emigrante português, natural da região de Pombal e que atualmente vivia em Joanesburgo, na África do Sul, perdeu a vida durante a manhã deste domingo, por volta das 08h00 locais.

António Vieira, o comerciante português de 80 anos, terá sido atacado por três ocupantes de um táxi com cinco pessoas num parque de estacionamento de uma estação de serviço, como conta o Jornal da Madeira.

Links patrocinados

Os três sujeitos dirigiram-se para o interior da pizzaria, dentro da estação de serviço, e pediram três pizzas. O comerciante português explicou que o estabelecimento não se encontrava em funcionamento devido às regras impostas para travar a pandemia.

Um dos três sujeitos, com posse de arma, ordenou que António e um empregado de limpeza que ali se encontrava, para se dirigirem para o escritório. O emigrante português foi manietado com fios de eletricidade à volta do rosto e fita adesiva na cabeça causando-lhe a morte por asfixia.

Partilhe com os seus amigos: