Professora “incrível” morre de Covid-19 aos 25 anos, no dia do seu aniversário

A jovem professora de 25 anos, Claudia, vítima de Covid-19, deixou em lágrimas muitas pessoas da cidade onde vivia.

Links patrocinados

Caudia foi internada no hospital Royal University, com teste confirmado para o novo coronavírus, tendo acabado por falecer na passada quarta-feira. Curiosamente no dia do seu aniversário.

Claudia Marsh, com 25 anos, tinha uma vida pela frente. Sendo ela descrita como uma docente “incrível”, está a ser homenageada em Merseyside, em Liverpool, Inglaterra, onde morava, também devido ao voluntariado que fazia.

Links patrocinados

A docente recorreu às associações “Talking Eating Disorders” e “The Whitechapel Centre” anos atrás, com finalidade de tratar um transtorno alimentar. Tendo representado um apoio importante na sua recuperação, decidiu voluntariar-se nas instituições que lhe prestaram ajuda. “Ela queria ser uma luz de esperança”, relembrou à BBC um dos responsáveis.

“Ela vivia para dar aos menos afortunados que ela. A Claudia era muito especial, cuidadosa, uma professora dedicada. Era cheia de positivismo, esperança e tinha um sorriso que iluminava qualquer sala. Estamos devastados. Mas ela deixa um legado de dedicação e entusiasmo”, afirmou Leigh Best, uma amiga da família e uma das fundadoras da associação que deu ajuda a Claudia Marsh.

Nos últimos meses, a professora “incrível”, tinha criado um par de páginas, desenvolvidas a pensar numa forma de financiar às instituições alguns fundos. Em visão final, todo o projeto criado por Claudia, tinha como objetivo ajudar jovens na recuperação de diversos distúrbios alimentares. 10 mil euros foram reunidos durante o processo de angariação.

Partilhe com os seus amigos: