Saiba quanto estão a ganhar os jornalistas portugueses enviados para a guerra na Ucrânia

Saiba quanto estão a ganhar os jornalistas portugueses enviados para a guerra na Ucrânia

Saiba quanto estão a ganhar os jornalistas portugueses enviados para a guerra na Ucrânia

Fonte próxima de um dos jornalistas portugueses enviados para Ucrânia revelou quanto estão a ser pagos por semana de subsídio de risco.

Links patrocinados

O jornalista Francisco Penim, da CMTV, e o jornalista Pedro Mourinho, da CNN Portugal, têm sido os rostos portugueses mais mediáticos que acompanham em primeira pessoa a invasão da Rússia à Ucrânia.

Francisco Penim e o repórter de imagem, André Germano, relatam a tensão que se vive na Ucrânia após invasão russa. Esta quarta-feira, os dois enviados da CMTV viveram momentos de grande tensão após ter ocorrido um bombardeamento em direto perto do local onde os dois estavam.

Links patrocinados

Leia Também: Bombardeamento cai ao lado do repórter da CMTV e vive momentos de terror

Também jornalista da CNN Portugal, Pedro Mourinho, continua em Kiev a acompanhar de perto a evolução do conflito na Ucrânia. O repórter adiantou esta quarta-feira que houve uma ordem por parte do ministério da defesa ucraniano para que a população não partilhasse qualquer imagem nas redes sociais caso avistasse carros ou homens do exército.

Fonte próxima de um destes dois jornalistas, revelou que estão a ganhar cerca de 8000€ (oito mil euros) por semana de subsídio de risco.