Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido de socorro

Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido de socorro

A mulher aproveitou o momento a sós com o bancário para escrever a mensagem de socorro num papel.

Links patrocinados

O caso aconteceu na passada segunda-feira uma agência bancária em Sobradinho, no Brasil, quando a mulher escreveu um apelo num recibo que se encontrava na mesa.

“Você pode me ajudar”, escreveu a mulher no papel e fez uma cruz – que serve de orientação numa campanha para ajudar vítimas de violência doméstica, “Ele está lá fora”, acrescentou.

Links patrocinados

O marido não pode entrar devido à pandemia de Covid-19, onde só é permitido a entrada de uma pessoa de cada vez no estabelecimento.

O funcionário apercebeu-se do desespero e do medo da mulher e entregou-lhe um pepel em branco, que esta utilizou para escrever a morada. A vítima reforçou ainda que se os agentes de autoridade batessem à porta e ninguém atendesse, que insistissem.

Após a denuncia feita pelo bancário, a policia encontrou a mulher, na morada denunciada, sozinha com dois filhos pequenos e foram levados para um abrigo que recebe vítimas de violência doméstica.

O homem de 33 anos ainda não foi localizado.

Partilhe com os seus amigos: