Mulher que diz que Ronaldo a violou no hotel quer mais de 64 milhões de euros

Mulher que diz que Ronaldo a violou no hotel quer mais de 64 milhões de euros

A mulher que acusa o internacional português, Cristiano Ronaldo, de a ter violado há mais de 10 anos atrás, exige agora uma indeminização que ronda os 64 milhões de euros.

Links patrocinados

Kathryn Mayorga, que acusa Cristiano Ronaldo de ter abusado dela num hotel em 2009, quer que o craque português lhe 56 milhões de libras, que correspondem a cerca de 64 milhões de euros, com indemnização por toda a dor sofrimento que lhe foram causados.

Segundo conta o jornal britânico The Mirror, alguns documentos judiciais revelam a quantia que a ex-modelo pretende após acusar o jogador de futebol de agressão sexual num quarto de hotel em Las Vegas, depois de se encontrar com o internacional português numa festa à noite em 2009.

Links patrocinados

Leia Também: Irmã de Cristiano Ronaldo em tribunal por dívida de 800 euros

Kathryn quer 18 milhões de libras por “dor e sofrimento passados”, outros 18 milhões de libras por “dor e sofrimento futuros” e ainda outros 18 milhões por “danos punitivos”, o que totaliza 54 milhões de libras. Sendo que as despesas jurídicas do jogador e em honorários para advogados ascende a 2,5 milhões de libras, totaliza-se 56,5 milhões de libras.

Por outro lado, Cristina Ronaldo, agora com 36 anos, nega veemente todas as acusações feitas por esta mulher.

Partilhe com os seus amigos: