Homem detido a passear cabeça do vizinho morto em Espanha: “Eu transporto uma cabeça”

Por volta das 21h00 da noite de sábado, um indivíduo foi detido depois de transportar pelas ruas de Huelva um saco de plástico na mão e anunciar: “Eu transporto uma cabeça”.

Links patrocinados

As pessoas que viram o homem pensavam que se tratasse de uma brincadeira de halloween, mas rapidamente perceberam que se tratavam de restos mortais humanos.

Segundo a investigação, dois jovens que estavam na área viram um homem com um saco de lixo na mão que, e inicialmente, não levantou suspeitas.

Links patrocinados

No entanto, quando ele se aproximou de um contentor do lixo e mandou o saco fora, abandonado de seguida o local, os jovens pensaram que o homem poderia estar a ocultar algo. Ao investigarem o contentor, repararam que se tratava de uma cabeça humana, e alertaram de imediato as autoridades.

Uma operação policial acompanhada pelo juiz de serviço deslocou-se ao local, juntamente com o Corpo de Bombeiros da capital de Huelva, para serem realizadas as primeiras investigações. Pouco depois, pelas 21h15 da mesma noite, o autor foi localizado e detido.

A vítima era um homem de 60 anos, que vivia, tal como o suspeito, no bairro de Guadalupe, em Huelva. O suspeito e a vítima eram vizinhos e costumavam ser vistos juntos.

Segundo a imprensa britânica o suspeito tem antecedentes criminais em Espanha e no México.

Partilhe com os seus amigos: