Mayorga diz que Cristiano Ronaldo a obrigou “sem proteção nem lubrificante”

Mayorga diz que Cristiano Ronaldo a obrigou “sem proteção nem lubrificante”

Ex-modelo tinha apenas 25 anos de idade quando, no ano de 2009, esteve com o internacional português Cristiano Ronaldo, num hotel depois de uma festa, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Links patrocinados

Kathryn Mayorga volta a falar sobre as acusações de abusos por parte de Cristiano Ronaldo e revela que o português “apareceu de calções e com o órgão de fora”, no Palms Casino Hotel, em Las Vegas.

Mayorga, em entrevista à conhecida revista alemã ‘Der Spiegel’, disse que Cristiano Ronaldo lhe implorou que lhe tocasse.

Links patrocinados

“Eu recusei e ele disse para lhe fazer oral. Não desistia e disse: ‘Pronto, deixo-te ir embora se me deres um beijo.'”

A ex-modelo, atualmente com 37 anos, referiu ainda que Cristiano Ronaldo a terá empurrado e a forçou a relações anais: “Tentou tirar-me a roupa interior. Eu virei-me de costas e protegi-me com as mãos… E então ele saltou para cima de mim”.

Leia Também: Mulher que diz que Ronaldo a violou no hotel quer mais de 64 milhões de euros

Alegadamente, terá sido penetrada “sem preservativo, nem lubrificante”. No final, o internacional português terá pedido desculpa.

De acordo com uns e-mails que o ‘Football Leaks’ teve acesso, era possível ler: “Penetrei-a por trás. Fui rude. Não mudámos de posição. Foram entre cinco a sete minutos. Ela disse que não queria, mas mostrou-se disponível”.

Agora, Kathryn Mayorga exige um pedido de indeminização de cerca 64 milhões de euros, devido a todo o sofrimento que passou e irá passar em relação ao alegado caso de abusos. O dinheiro será também utilizado para as despesas que tem com advogados.

Partilhe com os seus amigos: