Português morre com bala perdida em rixa de jovens em França. Deixa menina de 5 anos

Português morre com bala perdida em rixa de jovens em França. Deixa menina de 5 anos

Um emigrante português de 34 anos de idade perdeu a vida vítima de uma bala perdida, na última quinta-feira, durante uma rixa entre um grupo de jovens, no bairro de Marcouville, em França.

Links patrocinados

Carlos Soares, o português que perdeu a vida, ainda foi socorrido mas acabou por não resistir aos ferimentos e perdeu a vida no interior de uma ambulância, a caminho do hospital.

Tudo começou com o furto de um motociclo. A vítima do roubo, bem como um amigo, ambos de 23 anos de idade, e o pai, 57, decidiram durante a tarde de quinta-feira dar uma volta pela cidade à procura do veículo furtado quando, a certa altura, viram um jovem a fazer “acrobacias” com a mota roubada.

Links patrocinados

Perante isso, o condutor da viatura onde o trio seguia decidiu ir de encontro ao, alegado, ladrão, um jovem de 21 anos, que estava sem capacete. O rapaz que estava com a mota roubada sofreu ferimentos graves e acabou por perder a vida mais tarde, no hospital.

Leia Também: O novo advogado de Rosa Grilo: “Derramarei o meu sangue em defesa da verdade”

Vários jovens do bairro de Marcouville, ao presenciarem o ataque, revoltaram-se contra a viatura do trio, tendo o homem mais velho, de 57 anos começado aos tiros. Uma das balas acabou por atingir acidentalmente Carlos Soares, o português de 34 anos.

“Carlos não tem nada a ver com aqueles rapazes do bairro. É uma vítima colateral”, defendeu Sandrine Paris-Heidegger, advogada da família de Carlos, à imprensa local.

“Carlos trabalhava que se fartava”, refere o Luso Jornal. Há uns anos casou-se com a mulher de quem tinha uma filha de cinco anos. Os amigos organizaram uma “recolha solidária de fundos” para ajudar a família a pagar o funeral.

Partilhe com os seus amigos: