Pedófilo que abusou menina de 7 anos encontrado sem vida na prisão

Pedófilo que abusou menina de 7 anos encontrado sem vida na prisão

Menina de apenas 7 anos de idade foi atacada pelo homem quando estava numa escola de dança.

Links patrocinados

Um predador que tinha sido condenado a prisão perpétua na Austrália por ter abusado uma menina de sete anos foi encontrado sem vida na prisão. Anthony Sampieri abusou de uma criança durante a saída em liberdade condicional, quando tinha 57 anos. Tinha sido o primeiro pedófilo a ser condenado a prisão perpétua na Austrália por violar uma criança.

Sampieri atacou a menina numa escola de dança em Sydney, na Austrália, em novembro de 2018. Quando foi preso novamente sofria de cancro terminal no figado.

Links patrocinados

Embora as causas da morte ainda não tenham sido confirmadas, o óbito foi já confirmado e o prisioneiro foi dado como morto às 20h30 de domingo.

Durante o ataque, em 2018, Sampieri ameaçou cortar a menina de 7 anos se esta fizesse barulho durante o ataque. Enrolou uma corda à volta do pescoço da vítima e abusou dela sem que esta se conseguisse defender.

Na época, o violador estava em condicional depois de ter abusado uma mulher de 60 anos em sua casa, em Wollongong, em 2012.