Jovem mãe morre de cancro aos 27 após cancelarem exames devido à pandemia

Jovem mãe morre de cancro aos 27 após pararem tratamentos devido à pandemia

Tratamentos para o cancro ficaram suspensos devido à pandemia de Covid-19. Jovem mãe não resistiu.

Links patrocinados

Uma jovem mãe, de 27 anos de idade, perdeu a batalha contra um cancro na cervical depois dos exames serem constantemente adiados devido à pandemia. Numa primeira fase, os profissionais de saúde descartaram os sintomas de Lizzy Evans, do País de Gales, apontando para uma menopausa precoce.

A jovem, de 27 anos, já tinha sido diagnosticada com cancro cervical quando estava grávida do quarto filho. Após o parto, Lizzy tinha iniciado os tratamentos mas, menos de um ano depois, começou a sentir fortes dores nas costas, ombros, costelas e pescoço.

Links patrocinados

Os médicos que a acompanhavam culparam os tratamentos pelos sintomas que a jovem estava a sentir, disseram que poderia ser uma menopausa precoce na sequência dos tratamentos.

Leia Também: Renato Seabra quer vir cumprir o resto da pena a Portugal “mais do que nunca”

Exames posteriores confirmaram o pior, o cancro acabou por se espalhar por pulmões, cérebro e coluna vertebral em fase terminal. A jovem viria a morrer no dia 31 de março. Deixou quatro filhos, um de nove, um oito, um de dois e um com apenas um ano.

Partilhe com os seus amigos: