“Xana Tic Toc” chega ao fim devido a cancro: “Chegou a minha hora… invalidez de 73%”

A artista Xana Abreu, também conhecida como ‘Xana Toc Toc’, foi protagonista na mais recente emissão do programa ‘Alta Definição’, de Daniel Oliveira, na SIC.

Links patrocinados

A cantora nem sempre teve uma vida sorridente e cheira de alegria. Xana cresceu com a ausência do pai, que abandonou a família e fugiu para o Brasil quando ela tinha apenas um ano de idade.

“Numa fase em que a minha mãe também estava doente, eu estava a cuidar dela. Comecei a ter uma dor na mama. Fui ver o que era, ao IPO, e o médico disse: “Isto é assim, menina, o seu cancro está a evoluir monstruosamente dia após dia. Para a semana se calhar já não esta cá. Vai ficar na lista de espera para ser operada. Estava sem dinheiro, tinha acabado com o meu seguro de saúde. Pensei que tinha chegado a minha hora. Fui ao privado e a minha médica pegou em mim e disse: ‘hoje e amanhã vai fazer exames, terça vou-te operar.’ Senti uma coisa maternal nela”, revelou.

Links patrocinados

Xana foi obrigada a submeter-se a uma nova cirurgia por causa do cancro: “Eu estava a ser operada e o segundo disco estava a sair para as lojas”.

Uma doença que a deixou com uma invalidez de 73%, mas não se deixou ficar parada. Nestes dez anos de Xana Toc Toc, “muitas vezes sente que está a sobreviver”. “Tenho coisas que as pessoas não fazem ideia. Não sei o que é o silêncio há oito anos. Senti sempre um zumbido nos ouvidos. Isto foi uma coisa que a quimioterapia me deu”, revelou.

Em 2020 Xana Abreu saiu do projeto e explica os motivos: “Já não tenho saúde. Não consigo fazer os concertos, são demasiado puxados. No fim fico duas semanas na cama. Por mais que queira, já me esforcei demasiado estes 10 anos (…) Sinto que estou a matar o projeto e o amor da minha vida. E a mim. A Xana Toc Toc é uma extensão de mim”, explicou.

“Vou sair dos palcos enquanto ‘Xana Toc Toc’. Estou cansada de trabalhar muito. Cansada de fingir que estou sempre saudável, sempre bem. Muitas vezes estava em palco a ter vertigens e falta de ar. É muito sério.”

Partilhe com os seus amigos: