João Magalhães encontrado com o crânio desfeito em Celorico de Basto

João Magalhães foi encontrado sem vida dentro da própria habitação na Vila de Gandarela, em Celorico de Basto.

Links patrocinados

João Luciano Teixeira Magalhães saiu de casa pela manhã para ir â caça. Já pela hora do jantar, a esposa não sabia dele e tentou-lhe ligar várias vezes. O mesmo não atendia as chamadas e a mulher acabou por contactar alguns amigos de João de Magalhães.

Depois da chamada da esposa, os amigos de João Magalhães, aperceberam-se que algo estava errado e deslocaram-se até à habitação do casal. No compartimento inferior da casa, estava João Magalhães, funcionário da Câmara Municipal de Celorico de Basto, de 63 anos, já sem vida.

Links patrocinados

Leia Também: Pai de 27 anos morre com cancro após implorar por exame durante confinamento

De acordo com a mulher de João Magalhães, a habitação do casal está divida em dois compartimentos, inferior e superior, sendo que o casal habita na parte superior. Desta maneira, a esposa não se terá apercebido que o homem se encontrava no compartimento inferior.

De acordo com as testemunhas, a cara do homem estava desfigurada e o crânio completamente desfeito, factos que levam a crer que o homem tenha sofrido pancadas de um machado ou outro objeto contundente. Aquele compartimento da habitação estava fechado e não havia nenhum objeto no local que pudesse ter sido usado para tirar a vida ao homem.

João Magalhães era “um homem pacato do bem e não se metia em conflitos com ninguém”. Deixa dois filhos maiores de idade e a esposa. A PJ já está a investigar o caso.

Partilhe com os seus amigos: