Especialistas da GNR passam carro onde morreu Sara Carreira a ‘pente fino’

Especialistas da GNR vão dar uso a programa informático capaz de reconstituir o aparatoso acidente que vitimou Sara Carreira este sábado, na A1.

Links patrocinados

O automóvel, Range Rover Evoque, onde seguia Sara Carreira e Ivo Lucas já foi apreendido para ser alvo de uma análise detalhada por parte dos militares do Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação (NICAV) de Santarém da GNR. Os guardas serão ainda responsáveis por recolher indícios e testemunhos reais que ajudem a reconstituir o acidente.

O programa informático da Equipa de Criminalística da Divisão de Investigação Criminal da GNR também será fundamental para recriar o acidente digitalmente a três dimensões.

Links patrocinados

Os primeiros indícios do acidente foram recolhidos nas primeiras horas a seguir ao acidente ocorrido ao quilómetro 61 da A1, perto da saída para o Cartaxo.

Acidente que vitimou Sara Carreira registado pelas câmaras de videovigilância

A chuva intensa, fraca visibilidade provocada pelo nevoeiro e a aderência do piso no momento do acidente também foram analisadas pelo mesmo Núcleo de Investigação, que já terá solicitado à concessionária da autoestrada as imagens captadas pelo sistema de videovigilância presente naquele troço da A1.

Os depoimentos das pessoas envolvidas no acidente ou que assistiram à ocorrência também permitirão recolher informações essenciais para a descoberta da verdade.

Sérgio Rosado, dos Anjos, testemunha acidente de Sara Carreira e descreve tudo

Partilhe com os seus amigos: