Jornalista da SIC dá “bofetada” a Pinto da Costa nas redes sociais: “Não sei se viu ou se não quis ver”

Miguel Ribeiro, jornalista da SIC, não gostou do facto do presidente do FC Porto, Pinto da Costa, ter dito que não viu nenhuma agressão ao repórter da TVI no final do jogo em Moreira de Cónegos.

Continuam a dar que falar as agressões cometidas por Pedro Pinho, empresário futebolístico ligado ao FC Porto, a um repórter de imagem da TVI, na passada segunda-feira, no final da partida entre o Moreirense e o FC Porto.

“Não vi nenhuma agressão do Pedro Pinho a alguém, o que vi foi ele a tentar tirar a máquina e a tentar impedir de filmar. Agora, qualquer ato de violência o FC Porto, como eu, censura, rejeita e não aceita. Sou contra a violência”, disse o presidente dos dragões em relação à alegada agressão.

As declarações acabaram por ser criticadas pelo pivot da SIC Notícias, Miguel Ribeiro.

“Não me parece normal que o presidente do FC Porto, por acaso o meu clube de coração, venha publicamente e intencionalmente dizer que nada viu sobre a violência exercida a um repórter de imagem da TVI”, disse o jornalista na sua página pessoal do Facebook.

“Não sei se viu ou se não quis ver, a questão é que esta miopia vem deliberadamente normalizar, desculpabilizar, desvalorizar este tipo de comportamentos criminosos”, continuou o pivot da SIC.

“É essencialmente uma declaração que continua a dar mão a este tipo de gente que destrói activamente o espírito do futebol há décadas”, sublinhou ainda.