A passar dificuldades, operária têxtil mata o patrão para lhe roubar o dinheiro de casa

A passar dificuldades, operária têxtil mata o patrão para lhe roubar o dinheiro de casa

Dificuldades financeiras terão sido o principal motivo para tirar a vida e roubar o empresário.

Links patrocinados

Joaquim Sousa da Costa, empresário têxtil, de 49 anos, manteve uma relação com Cristina Oliveira, de 47 anos, e dava-lhe trabalho na confeção. A operária têxtil estava a passar dificuldades financeiras e sabia que o patrão guardava grandes quantidades de dinheiro dentro da sua habitação, em Oliveira S. Mateus, Vila Nova de Famalicão.

No passado verão, na noite de 22 julho, tentou assaltar a casa do patrão mas foi surpreendida por Joaquim e, com recurso a uma faca, acabou por lhe tirar a vida. Com a vítima no chão, a mulher percorreu a casa e dirigiu-se para o local onde estava guardado o cofre.

Links patrocinados

PJ de Braga reconstruiu o episódio e deteve a mulher, esta quarta-feira. Cristina Oliveira é divorciada e tem dois filhos, um ainda menor de idade. Foi surpreendida com buscas em casa pelas autoridades, durante a manhã de quarta-feira. Após ser confrontada com os factos, no Departamento de Investigação Criminal da PJ de Braga, a mulher acabou por confessar tudo e participou numa reconstituição para explicar o que aconteceu.

Cristina vai ser presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Guimarães, esta quinta-feira.

Partilhe com os seus amigos: