“Fui eu que matei o Luís”: Rosa Grilo em chamada com ex-inspetor da PJ

Alegadamente, toda a história dos angolanos terá sido inventada por Rosa Grilo para fugir à culpa do homicídio de Luís Grilo.

Foi divulgada na Internet uma chamada telefónica feita da cadeia de Tires por Rosa Grilo, onde a viúva do triatleta faz uma alegada confissão. Durante a chamada, com cerca de três minutos, Rosa Grilo fala com João de Sousa, ex-inspetor da PJ.

“Fui eu que matei o Luís”, terão sido estas as palavras de Rosa Grilo, admitindo que a história dos angolanos era inventada. Relembre-se que João Sousa, o ex-inspetor que divulgou as chamadas, já cumpriu pena de prisão por corrupção.

Caso estas confissões se confirmem, terá sido a primeira vez que Rosa Grilo confessa o crime após negar, desde o início, quaisquer culpas ou responsabilidades sobre o caso.

Leia Também: Triste e abandonada na prisão de Tires. Advogados recusam-se a defender Rosa Grilo

Foi ainda divulgado outro telefonema, como já tinha sido avançado na passada sexta-feira, que dava conta que “três advogados pediram escusa” e que foi complicado encontrar um novo advogado para Rosa Grilo.

Partilhe com os seus amigos: