Cristina Ferreira fechou portas ao sonho de Sara e família Carreira não perdoa

Cristina Ferreira fechou portas ao sonho de Sara Carreira

O sonho de Sara carreira era lançar-se na representação e já tinha garantia numa novela na SIC.

Links patrocinados

Os primeiros sinais de distanciamento entre Cristina Ferreira e Tony Carreira começaram poucos meses antes da morte de Sara. E estão relacionadas com o grande sonho que a jovem tinha de ser atriz, ao qual a diretora de ficção e entretenimento do canal fechou portas.

Sara Carreira já tinha uma participação garantida numa novela da SIC, mas a TVI tinha sido a primeira opção da jovem, devido à ligação que seu pai, Tony Carreira, tem com o canal. Além da amizade com Cristina Ferreira, Tony Carreira é acionista da Media Capital da TVI. Contudo, Cristina Ferreira “fechou as portas” a essa possibilidade.

Links patrocinados

Leia Também: Cristina Ferreira quebra o silêncio em relação à guerra com família Carreira

Segundo uma fonte, a família teve a primeira conversa com Cristina sobre a estreia de Sara onde “Falaram à Cristina da vontade e do talento da Sara, a quem gostavam que a Cristina desse a mão nas novelas”. A mesma acrescentou que “não houve caminho para um entendimento entre as duas partes” e que “a porta foi fechada” à jovem, de 21 anos.

Sara acabou por falar com a SIC, que lhe propôs uma participação na novela, que já tinha data marcada na altura em que se deu a tragédia. Foi ainda no canal de Paço de Arcos que a jovem acabou por apresentar a sua coleção de roupa em parceria com a estilista Micaela Oliveira.

Apesar de tudo, Cristina Ferreira e Tony Carreira continuaram a relacionar-se e a apresentadora marcou presença nas cerimónias fúnebres de Sara Carreira, estando ao lado da família num momento de profunda dor.

Partilhe com os seus amigos: