Mulher sem-abrigo violada por homem de 30 anos em Lisboa

Sem-abrigo foi abusada numa fábrica abandonada na Grande Lisboa.

Links patrocinados

Uma mulher de 46 anos, sem-abrigo, foi violada por um homem desconhecido. Agora, 9 meses após o crime, a Polícia Judiciária deteve um suspeito de 30 anos, sujeito a prisão preventiva por ordem judicial.

A Polícia Judiciária comunicou na passada terça-feira os pormenores dos abusos.

Links patrocinados

Em Abril a vítima terá sido conduzida pelo criminoso a uma fábrica abandonada, sob falsa “promessa de comida e um sitio para pernoitar”. Surpreendida por uma arma branca, foi forçada a ter relações com o agressor.

Leia Também: Morreu Carlos Vieira. Bombeiro e ciclista recordista do mundo

Essa mesma fábrica seria um dos locais onde o arguido guardaria pertences e dormiria ocasionalmente, de acordo com a mesma força policial.

No local haviam documentos que indicavam que teria solicitado um estatuto de refugiado. Foi um desses documentos que possibilitou a captura do agressor, através do reconhecimento facial pela vítima.

A PSP colaborou na detenção ao lado da PJ, que tinha informação prévia dos possíveis locais onde o suspeito vagueava, sendo capturado no passado Domingo.

Ainda assim, nos últimos meses, os responsáveis pela detenção chegaram a pensar que o suspeito teria deixado o país.

Partilhe com os seus amigos: